Projeto Alfabetizar Já-Provocações didáticas

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA  ALFABETIZAR JÁ

PERÍODO DE REALIZAÇÃO: Ano 2009

PÚBLICO ALVO: Alunos e Professores da Rede Municipal de Ensino

ELABORAÇÃO: Setor de Desenvolvimento Curricular

1.JUSTIFICATIVA

A Secretária de educação Básica de Maracanaú vem desenvolvendo ações para garantir o pleno desenvolvimento das habilidades linguísticas dos educandos no Ensino Fundamental. Após a realização de um diagnóstico nos anos iniciais, verificou-se que muitos dos educandos chegam ao final do processo sem ter construído suas habilidades linguísticas, apresentando uma defasagem em seu processo de aprendizagem na escrita e leitura com fluência e compreensão, comprometendo seu desempenho nas mais diversas áreas do conhecimento. Acreditamos que esta problemática é uma responsabilidade de todos. Temos uma dívida social para com estes alunos, não desconsiderando os fatores externos que estão implícitos, reconhecemos a necessidade de uma grande parceria para o enfrentamento desta realidade.

Diante desta problemática o Setor de Desenvolvimento Curricular, propões um projeto com ênfase na psicogênese do processo de aquisição da leitura e da escrita, com o objetivo de minimizar o analfabetismo escolar e resgatar a auto-estima destes alunos propomos aos professores a aplicação de um conjunto de provocações didáticas elaboradas a partir de histórias que abordam temáticas relevantes aos interesses do público-alvo e que favorecem a elaboração e checagem das hipóteses de leitura e escrita, o desenvolvimento de estratégias de leitura, compreensão leitora, produção textual e reescrita de textos. Possibilitando assim uma intervenção adequada e o monitoramento da evolução do processo da construção da leitura e escrita.

2.OBJETIVO GERAL

Desenvolver as habilidades linguísticas dos educandos com defasagem de aprendizagem em leitura e escrita e o resgate da auto-estima, visando erradicar o analfabetismo escolar nas turmas que apresentam distorção.

3.OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • Erradicar o analfabetismo escola.
  • Subsidiar aos professores material didático pedagógico de forma vivencial em oficinas práticas.
  • Intervir adequadamente no processo de aquisição da leitura e escrita.
  • Monitorar a evolução da aprendizagem dos alunos através de diagnóstico contínuo.
  • Elaborar, aplicar e avaliar provocações didáticas contemplando os seguintes eixos: hipóteses de leitura e escrita, estratégias de leitura, compreensão leitora e produção textual.

4.PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

O projeto de leitura e escrita que pretendemos desenvolver será realizado durante o ano de 2009 está direcionado aos alunos com distorção de série-idade. O ponto de partida será o diagnóstico inicial realizado para identificar o nível de escrita e leitura que se encontram os educandos a quem direcionamos este projeto.

Faremos uso constante dos conhecimentos psicogenéticos para adequar as provocações didáticas as reais necessidades dos educandos. O diagnóstico contínuo será o norte para as intervenções didáticas que provoquem a reflexão e impulsionem os educandos ao avanço de suas hipóteses bem como o redirecionamento das ações.

Iniciaremos a primeira etapa com o Projeto Alfabetização e Letramento a partir da contação de história, nas etapas seguintes os projetos serão elaborados coletivamente, com a participação de todos os professores alfabetizadores envolvidos. Nesta etapa utilizado uma história principal, outras histórias entrarão para ser usadas como leitura compartilhada. As leituras compartilhadas devem ser histórias previamente  selecionadas levando em consideração o tempo de vida do educando e que abordem temáticas de interesse do público a ser atingido. A contação das histórias selecionadas para leitura compartilhada devem acontecer de forma diversificada e criativa. Os livros das referidas histórias devem ser explorados a capa, contra capa, o autor e ilustrador dever ser apresentados. Somente a história principal será trabalhada em todas as atividades durante a aplicação do projeto e poderão ser ponto de partida para trabalhar a gramática e a ortografia de forma contextualizada garantindo uma aprendizagem significativa.

Será interessante construir ou reconstruir o contrato didático com os alunos um dia antes do início do projeto e retomá-lo de vez em quando para analisar, retirar ou acrescentar regras quando necessário.

A ambientalização das salas é de fundamental importância e deverá ser construída com a participação doas alunos, não deixando de contemplar os itens listados abaixo:

1. Nome dos alunos em letra bastão e cursiva.

2. Dias da semana e meses do ano.

3. Glossário.

4. Texto da história principal.

5. Painel de desenho da história principal.

6. Texto usado na decomposição de texto.

7. Painel de dobraduras.

8. Lista dos títulos das histórias lidas.

9. Lista dos personagens das histórias lidas.

10. Texto produzido coletivamente, em duplas e individualmente.

11.Contrato didático.

O professor poderá enriquecer o projeto com atividades artisticamente contextualizadas dentro das histórias selecionadas. Durante a contação das histórias desenvolver as estratégias de leitura. Durante a realização das atividades o professor deverá circular entre os alunos facilitando a elaboração e checagem das hipóteses de leitura e escrita, oferecendo conflitos para desestabilizar hipóteses e ajudando na construção de novas hipóteses. Sugerimos a atividade do calendário para acompanhar a evolução da escrita dos alunos diariamente, visto que esta atividade usa somente a escrita espontânea. Nesta atividade o professor poderá explorar esquemas temporais: ontem, hoje, amanhã, antes, agora, depois, os dias da semana, os meses e o ano, datas comemorativas relevantes para o grupo(aniversário do aluno, da professora), ordem alfabética ou qualquer conteúdo a ser trabalhado em sala, ou já trabalhado em sala.

O calendário é feito diariamente, usando o desenho e a escrita espontânea da palavra, no primeiro calendário não deverá haver intervenção do professor e pois o mesmo será arquivado para perceber a evolução do aluno ao final da aplicação do projeto, do segundo calendário em diante o professor poderá fazer intervenção que julgar adequadas para o momento. Ainda será evidenciada nesta atividade a frequência do aluno, para garantir a continuidade é interessar que a atividade fique com o professor em uma pasta.

A intervenção nas produções textuais e reescrita deverão acontecer no momento em que os alunos estiverem produzindo os textos, este de produção textual e reescrita de texto deverá acontecer de forma agradável, tranquila , com tempo suficiente ou em m ais de uma aula de acordo coma a necessidade.

A intervenção deverá ser adequada respeitando o momento em que se encontra o aluno no seu processo de aprendizagem, neste sentido é fundamental o embasamento teórico do professor sua sensibilidade, sua afinidade e experiência com a prática do processo de alfabetização e letramento. A reflexão sobre sua prática pedagógica permitirá ajuste, redirecionamento, crescimento profissional e o sucesso dos alunos.

O professor contador de histórias deverá vivenciar as emoções,dando vida as histórias previamente selecionadas com temas direcionados a realidade dos educandos e que visam fortalecer e elevar a auto-estima dos alunos. Alfabetizar a partir da contação de histórias é o diferencial deste projeto, pois a partir delas trabalhamos a temática contida em cada história, criamos o contexto e o campo semântico que referenciam as atividades a serem trabalhadas, oferecendo aos alunos uma aprendizagem significativa e prazerosa. Uma destas atividades é o glossário contendo a palavra e o desenho na pa parede com ajuda dos alunos e entrega um igual e pequeno a cada aluno que poderá ser colado no caderno. Sempre que tiver dúvidas o aluno poderá consultar o glossário. Vejamos algumas atividades com o glossário:

1. Reconto oral da história principal.

2. Identificação da palavra do glossário com a letra inicial do nome do aluno.

3. Utilização das palavras do glossário para atividade do Desafio da Palavra (adaptação da brincadeira da forca).

4. Formação de novas palavras a partir de determinada palavra do glossário.

5. Encaixe de palavra e desenho com corte e recorte.

6. Uso do alfabeto-móvel para formar palavras do glossário e criar novas palavras a partir de critérios determinados pelo professor.

Utilizaremos diversos gêneros textuais: fábulas, contos, novelas, histórias em quadrinhos, lendas, receitas, poesias e música, considerando o tempo de vida de cada educando. O professor deve ficar atento ao bom uso do tempo pedagógico e contemplar em seu planejamento os conteúdos próprios do ano que leciona.

6. SUGESTÃO DE ROTINA

1° dia do Projeto (todo o tempo de aula):

  • Roda de conversa, alongamento;
  • Vivência para trabalhar a socialização e auto-estima (vivência de harmonização).
  • Resgate do dia anterior (lista no quadro);
  • Escrita espontânea: Atividade do Calendário (1ª atividade). Tema do mês, ex: presentes para mamãe;
  • Contação da história principal “Nicolau tinha uma idéia” de Ruth Rocha:
  1. Iniciar com o desafio da palavra para que os alunos descubram o título da história.
  2. Apresentar o livro, o autor e ilustrador.
  3. Realizar a predição a partir do título da história.
  4. Contar a história com emoção e entonação adequada.
  5. Parar a contação no momento em que Nicolau começa a socializar a sua idéia, ouvir a idéia de cada aluno e registrar no quadro cada idéia.
  6. A lista coletiva de idéias pertence a sala e poderá ser material para:
  • Leitura de lista coletiva e individual(alunos copiam no caderno).
  • Palavras para tema gerador.
  • Desenhos para o painel de idéias (cada aluno escolhe uma palavra e faz um desenho num momento seguinte o prof° dá um painel pequeno para o aluno colar no caderno).
  • Palavras para atividade Desafio da Palavra (Jogo da Forca).

  1. Permitir a participação dos alunos com suas hipóteses sobre os acontecimentos e o final da história.
  2. Ao final da história o livro deverá circular na sala aluno por aluno.
  • Reconto da história através de desenhos: Construção do painel de desenhos evidenciando o nome de cada aluno (o prof° vai escrevendo no quadro e todos os alunos copiam lista de frases).

2° dia (só 1° tempo)

  • Resgate do dia anterior (lista no quadro);
  • Escrita espontânea: Atividade do Calendário;
  • Leitura compartilhada “O Grande Rabanete” de Tatiana Belink;
  • Organização das frases para montagem do texto.

3ª dia

  • Resgate do dia anterior (lista no quadro);
  • Escrita espontânea: Atividade do Calendário;
  • Leitura compartilhada “A  Casa Sonolenta” de Audrey Wood;
  • Desafio da palavra (Pertencente a história principal. Escolhe uma palavra e faz o jogo da forca em seguida explora a palavra leitura apontada).
  • Apresentação do texto (resumo da história principal):
  1. Colocar no quadro para leitura coletiva;
  2. Montagem do texto fatiado (agrupar alunos);
  • Formar palavras do glossário com alfabeto móveis (para alunos em processo de alfabetização. Explorar atividade do livro para alunos mais avançados; 2° momento- trabalhar as demais disciplinas (ver rotina).

4° dia

  • Resgate do dia anterior (lista no quadro);
  • Escrita espontânea: Calendário;
  • Leitura compartilhada “O Catador de Pensamento” de Monika Feth;
  • Desafio da palavra (pertencente a história);
  • Reconto oral da história por um longo anu utilizando o livro (próprias palavras);
  • Leitura coletiva do texto da história principal (leitura apontada);
  • Atividade: auto-ditado seguido de auto-correção com apoio no glossário.

5° dia

  • Resgate do dia anterior (lista no quadro);
  • Escrita espontânea: Calendário;
  • Leitura compartilhada “Sol ou Chuva” de Lílian Sypriano;
  • Desafio da palavra (pertencente a história principal);
  • Texto lacunado (agrupar alunos);
  • Atividade: cruzadinha com banco de palavras.

6° dia

  • Roda de conversa;
  • Vivência de socialização ou auto-estima;
  • Resgate do dia anterior (lista no quadro);
  • Escrita espontânea:Calendário;
  • Leitura compartilhada Uma Palavra Só de Ângela-Lago;
  • Desafio da palavra (pertencente a história);
  • Produção de lista coletiva do título das histórias lidas;
  • Leitura em duplas do texto da história;
  • Texto lacunado com desenhos;
  • Formar um título de história lida com alfabeto móvel.

7° dia

  • Vivência de socialização ou auto-estima;
  • Resgate do dia anterior (lista no quadro);
  • Escrita espontânea: Atividade do Calendário;
  • Leitura compartilhada “A Galinha com Dentes” de Lúcia Pimentel Góes;
  • Leitura individual do texto da história;
  • Decomposição e recomposição do texto da história (texto fatioado para fixar na parede pelos alunos).

8° dia

  • Ø Vivência de socialização ou auto-estima;
  • Ø Resgate do dia anterior (lista no quadro);
  • Ø Escrita espontânea: Calendário;
  • Ø Leitura compartilhada “A Onça e Raiz” de Lúcia Pimentel Góes;
  • Ø Desafio da palavra (pertencente a história);
  • Ø Produção textual coletiva:
  1. Listar os títulos das histórias lidas com ajuda dos alunos;
  2. Eleger através de votação uma história para produção coletiva;
  3. Produção coletiva da história escolhida;
  4. Um aluno será escolhido para registrar a produção em seu caderno.

9° dia

  • Vivência de socialização ou auto-estima;
  • Resgate do dia anterior (lista no quadro);
  • Escrita espontânea: Calendário;
  • Leitura compartilhada “Coisas de Menino Coisas de menina” de Rossana Ramos;
  • Reescrita coletiva do texto produzido, um aluno será escolhido para registrar em seu caderno;
  • Texto da histórias principal lacunado sem desenhos ou bando de palavras:

10° dia

  • Vivência de socialização ou auto-estima;
  • Resgate do dia anterior (lista no quadro);
  • Escrita espontânea: Calendário;
  • Leitura compartilhada “A Bruxinha Atrapalhada” de Eva Furnari;
  • Desafio da palavra (pertencente a história principal);
  • Leitura de lista (palavras da história principal);
  • Em duplas produtivas os alunos escolheram uma das histórias lidas para produção textual.

11° dia

  • Vivência de socialização ou auto-estima;
  • Resgate do dia anterior (lista no quadro);
  • Escrita espontânea: Calendário;
  • Leitura compartilhada “A Bruxinha Atrapalhada” de Eva Furnari;
  • Desafio da palavra (pertencente a história principal);
  • Leitura coletiva dos títulos das histórias lidas;
  • Reescrita do texto produzido em duplas.

12° dia

  • Vivência de socialização ou auto-estima;
  • Resgate do dia anterior (lista no quadro);
  • Escrita espontânea: Calendário;
  • Leitura compartilhada “A Bruxinha Atrapalhada” de Eva Furnari;
  • Desafio da palavra (pertencente a história principal);
  • Leitura individual do texto da história principal;
  • Continuação da reescrita do texto (fixar na parede).

13° dia

  • Vivência de socialização ou auto-estima;
  • Resgate do dia anterior (lista no quadro);
  • Escrita espontânea: Calendário;
  • Leitura compartilhada “A Bruxinha Atrapalhada” de Eva Furnari;
  • Desafio da palavra (pertencente a história principal);
  • Cada aluno escolherá a história que mais gostou para o reencro escrito;
  • Reescrita de texto (o professor deverá retomar a atividade até concluir que está pronta para o momento).

14 ° dia

  • Culminância do projeto:
  1. A turma convidará todas as turmas das escolas, também podem convidar os pais.
  2. 2. Apresentação das histórias lidas em forma de teatro, reconto com fantoches. Reconto com baú da história (objetos concretos dentro de uma caixa o aluno retira o objeto e vai contando a história, os objetos ficam em exposição).
  3. Painel dos desenhos e de dobraduras.

PROVOCAÇÕES DIDÁTICAS COM O GLOSSÁRIO

Objetivo:

Apoiar a elaboração e checagem de hipóteses da leitura e escrita.

1. Todas as palavras do glossário devem pertencer à história principal e ser substantivo concreto.

2. É necessário construir um glossário gigante e fixá-lo na parede, esse momento deve ser construído com a participação dos alunos.

3. Cada aluno recebe o seu glossário em tamanho normal, esse deverá ser colado no caderno para garantir a fonte de consultas sempre que necessário.

4. O GLOSSÁRIO PODE SER UTILIZADO PARA:

  • Reconto oral da história principal;
  • Identificação de palavras que comecem com a letra do nome do aluno;
  • Utilizar as palavras para a atividade do Desafio da Palavra;
  • Encaixe de palavra e desenho com corte e recorte;
  • Formação de novas palavras a partir de determinada palavra do glossário;
  • Uso do alfabeto móvel para formar palavras do glossário;

PROVOCAÇÕES DIDÁTICAS COM

O DESAFIO DA PALAVRA

Objetivo:

Possibilitar reflexões sobre a construção da leitura e escrita.

1. O professor seleciona as palavras a serem utilizadas e definir o objetivo do dia;

2. Cada aluno vai dizendo uma letra até descobrir a palavra oculta;

3. Todas as letras faladas são escritas no quadro;

4. O professor vai aumentar o nível de desafio, no início a palavra, depois o título de história lida, ou uma frase da história principal, etc.

SUGESTÕES PARA CONSTRUÇÃO DO CONTRATO DIDÁTICO

Objetivo:

Estabelecer regras de convivência para facilitar as relações e   o processo ensino-aprendizagem.

SUGESTÃO 01

1. Conversar com os alunos sobre a importância de construir coletivamente regras que facilitem as relações em sala de aula.

2. Escrever as regras previamente em tarjetas.

3. Colocar as tarjetas em uma caixa para que ao som de uma música, a caixa circule nas mãos dos alunos.

4. Parar a música e pedir que o aluno retire uma tarjeta. O aluno dirá se concorda ou não com a regra.

5. Organizar com ajuda dos alunos um painel com as tarjetas.

SUGESTÃO 02

1. Cada aluno elabora uma regra, ou em dupla.

2. Com a ajuda do professor a regra é lida para sala.

3. O professor registra no quadro cada regra lida.

4. Os alunos lêem as regras coletivamente, ou com ajuda do professor.

5. Os alunos copiam no caderno e o professor e papel madeira para fixar.

About these ads

~ por elmafant em 2009/06/07.

2 Respostas to “Projeto Alfabetizar Já-Provocações didáticas”

  1. Estive aqui. Tomara que vcs postem também textos mais leves. Obg.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: